Cidade


Na programação, jantar beneficente, tarde do pastel, conferência, visita, apresentações, gincana, dia do voluntariado, culto ecumênico e passeata


 


Inicia na próxima quinta-feira (21) e segue até dia 28, a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla. As APAES de todo Brasil estarão unidas para realizar mais um evento com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para conhecer o trabalho prestado por ela e, quem sabe, ganhar novos sócios. Cada entidade fará seu programa conforme sua realidade.

A equipe pedagógica e demais colaboradores da APAE de Pinhão elaborou uma programação diversificada, que inclui apresentações culturais, debates, jantar beneficente, gincanas e passeata. Entre os convidados ilustres estarão os alunos das escolas municipais e particulares. "Devido ao espaço limitado, não foi possível convidar as escolas estaduais", ressaltou a pedagoga Vera Lucia Mietz.

PROGRAMAÇÃO

Na quinta-feira (21), no período da tarde, na sede, está marcada a abertura oficial da I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Toda a comunidade está convidada a participar. Na sexta-feira (22), é o dia da visita à APAE de Reserva do Iguaçu.

No sábado (23), será o Jantar Beneficente. Serão vendidos apenas 150 ingressos ao preço de R$ 30 por pessoa. "Será nosso primeiro jantar, bastante simples, porém, com um cardápio que irá agradar a todos", comentou a pedagoga.

Domingo (24), haverá a Tarde do Pastel com apresentações artísticas e culturais, entre elas o Coral da Terceira Idade e um grupo de gaiteiros. Dia 25, a entidade recebe as APAES da região para uma gincana com os alunos na sede da AABB. Dia 26, comemorações internas.

Dia 27 será o Dia do Voluntariado. Nesse dia, voluntários que trabalham em diversas áreas (cabeleireiros, manicures, psicólogos, universitários, nutricionistas) atenderão as mães. E, para finalizar, dia 28, culto ecumênico e passeata na Avenida Trifon Hanycz. À tarde, encerramento.

SER SÓCIO

A entidade conta com a colaboração financeira do governo, porém, os recursos são escassos e há a necessidade de recorrer à sociedade. Quem deseja se tornar associado é só se dirigir até a APAE. A contribuição pode ser de qualquer valor, a partir de R$ 10. "Repassamos um recibo com o valor da colaboração que pode ser abatido no Imposto de Renda", observa a secretária Daiana Almeida.

SER VOLUNTÁRIO

A pedagoga lembra que a entidade necessita dos voluntários. Hoje, a APAE Pinhão conta com a solidariedade das mulheres da Legião de Maria e com um grupo de senhoras evangélicas. "Para o Dia do Voluntariado, quem se interessar, pode entrar em contato com a instituição".

CARINHO

Ângela Maria Santos é uma das colaboradoras, e, em troca de seu carinho e atençã, ganha muitos beijos e abraços. "Estou aqui desde fevereiro. Fui contratada pelo PSS. Na primeira semana foi diferente, nunca tinha tido contato com a entidade e fui trabalhar com as crianças que tem hidrocefalia. Temos um grande amor por elas. Retribuem com beijos e abraços. É muito gratificante".

DESENVOLVIMENTO

A funcionária pública Tatiane Machado Ribas Ferreira é a mãe do Guilherme, de 15 anos. Ele frequenta a entidade desde os três meses de idade. Ela teve complicações no parto e seu filho sofreu convulsões, paradas cardiorrespiratória e falta de oxigênio no cérebro. "Desde o momento que recebi o diagnóstico, os médicos me falaram que o tratamento precoce seria de fundamental importância. Tanto é, que mesmo tendo paralisia cerebral, ele é um garoto muito ativo. Faz as coisas do jeito que quer e dentro de seu limite", destaca a mãe.

Em relação ao evento, Tatiane diz que é importante esclarecer à população sobre o trabalho da APAE pinhãoense. Frisa que a integração entre escola e pais é fundamental, independente do âmbito. Porém, na modalidade especial a proporção torna-se maior, porque os pais são os elos com a comunidade. "Essa Semana é a oportunidade de visitar e conhecer a entidade. Conhecer as crianças e saber do que cada um é capaz", frisa.

A mãe percebe que o preconceito ainda é grande, externo e no seio das próprias famílias. "Descobri isso quando ainda trabalhava de voluntária na entidade. Preconceito é algo que tem que ser vencido. As pessoas têm que conhecer o assunto para saber como funciona e poder ajudar", completa.


Apae 001


 


Apae 012 


 


Apae 003 


 


Apae 018 


 


Apae 018 


 


Educação


Desde fevereiro, o projeto "Fanfarra na Escola" atende sete escolas municipais (Maristela Tussi, Cipriano, Água Verde, Nossa Senhora da Glória, João José Zattar, Santa Terezinha, Cecília Meireles) e três estaduais (Procópio, Santo Antônio e Bento).

Sob a supervisão de José Ademir Fabrício, o Bi, os 100 alunos que participam do projeto no contra turno escolar, têm aulas teóricas e práticas de ritmo, harmonia, manipulação e conhecimento de toda a fanfarra.

Os ensaios são de segunda a quinta-feira. No período da manhã, o supervisor segue de hora em hora para as escolas da sede e, à tarde, para as do interior. Conta com a ajuda do estagiário Adan Rocha, que fica responsável por três escolas na sede após o almoço. No momento, estão ensaiando especificamente para o Desfile de Sete de Setembro, mas o projeto segue o ano letivo.

"A fanfarra conta com integrantes a partir dos 8 até os16 anos de idade. Os alunos são selecionados pela aptidão, coordenação motora e ouvido para a música. Estão evoluindo bastante, animados e ansiosos para a apresentação", conta Bi.

Como o projeto saiu da Secretaria Municipal de Educação e Cultura concretizando um anseio do Prefeito Dirceu de Oliveira, foi disponibilizado o funcionário, que é motorista, para trabalhar exclusivamente com a fanfarra. A Secretaria também está custeando a formação do instrutor. Bi está fazendo um curso à distância de Instrutor de Bandas de Fanfarra em uma escola de música do Estado da Bahia, no momento, ele também cursa a Faculdade de Artes, na Unopar, em Guarapuava. "Estou me preparando muito. Apesar dos 20 anos de experiência com fanfarras".



Fanfarra 028 



"Os integrantes são selecionados pela aptidão, coordenação motora e ouvido para a música", conta o supervisor Bi. 



A ideia inicial do "Fanfarra na Escola", era trabalhar com as escolas que já possuíam alguns instrumentos, a exemplo das escolas Profª Eroni, João José Zattar, Maristela Tussi e Cipriano. De acordo com a secretária Municipal de Educação e Cultura, Noriam Coelho Basilio, foi realizado um levantamento do que tinha e do que precisava consertar, após foi feito uma compra de aproximadamente 6 mil reais de peças para manutenção dos instrumentos existentes.

Como a Secretaria Municipal de Educação e Cultura não teria condições de adquirir neste ano novos instrumentos para as escolas que não possuíam fanfarra, em uma iniciativa do Bi junto aos diretores, foi realizada uma Ação Entre Amigos, para que mais quatro escolas (Cecília Meireles, Santa Terezinha, Água Verde e Nossa Senhora da Glória) também tivessem uma pequena fanfarra, composta por 12 instrumentos. Além da Ação Entre Amigos, foram angariados recursos junto às pessoas da comunidade, do comércio e, no último dia 21 de julho, foi realizada a cerimônia de entrega dos instrumentos. A secretária comentou: "Como só a Escola Cecilia Meireles conseguiu vender todos os blocos, o Bi saiu pedindo o valor que precisava para completar o que faltou para as outras escolas, todos ajudaram, até eu e o prefeito. Quero agradecer o empenho dos professores, pais, que se envolveram na venda da Ação Entre Amigos para garantir a aquisição dos instrumentos".

Noriam garante que o "Fanfarra nas Escolas" não é um projeto que visa somente o desfile de 7 de Setembro, passando a data, os ensaios vão continuar, já que a fanfarra proporciona aos alunos as primeiras noções do contexto musical, permite exercer a criatividade, a autodisciplina, a solidariedade, a participação, a integração, o respeito e a cidadania. "A Secretaria tem a intenção de mais tarde comprar outros instrumentos e incluir todas as escolas de Pinhão".

Para o prefeito Dirceu de Oliveira, a participação coletiva no desempenho das atividades melhora a autoestima e, consequentemente, reflete na qualidade de vida das crianças e adolescentes.



Fanfarra 032 



DESFILE DE 7 SETEMBRO

Devido à contenção de despesas, ano passado não foi realizado o Desfile de 7 de Setembro, mas para 2014 ele está confirmado. Quem quiser garantir um lugar deve sair cedinho de casa e seguir até a Avenida 7 de Setembro. O desfile vai relatar a História do município e os 50 anos de emancipação. As escolas foram divididas em temas específicos voltados à identidade do povo pinhãoense.

Este ano, o desfile contará com quatro fanfarras novas. Um total de 10. "Cada uma desfila junto com a sua escola com ritmos diferentes. Na verdade são sete toques, o Ensino Fundamental e Médio conseguem seguir os sete, os menorzinhos nem todos. Vamos dividir para não ficar tudo igual", observa o supervisor.



Fanfarra 006 



As fotos são dos alunos da fanfarra da Escola Nossa Senhora da Glória. (Fotos: Naor Coelho/Fatos do Iguaçu )


Geral


No próximo domingo (10), é uma data especial para aqueles que carregam a graça de serem pais, um dia significativo onde filhos procuram marcar-lo com uma linda lembrança.

O comércio de Pinhão está na expectativa de que a terceira data mais comemorada pelo setor seja significativa, em volume de vendas como em lucro. Os empresários estão prontos para oferecer presentes que agradam a todos, cada um tem seu estilo próprio, porém há sempre uma boa opção para a data não passar em branco.

A reportagem do Fatos do Iguaçu percorreu algumas lojas para verificar os itens que serão ofertados e há muita variedade.



Adriana 01 Adriana02



Adriana03 



Adriana04 



Na Adriana Confecções encontramos muitos artigos de alta qualidade para que o "paizão" esteja bem vestido, neste dia e em tantas outra ocasiões. Para aquele mais casual, que é sua maior clientela, a loja oferece: camisas pólo, conjuntos de tactel, cintos, carteiras, pijamas. Há também camisas e calças sociais e blazer, quando o momento pede uma apresentação mais formal. "Esperamos um aumento de 10% nas vendas", comentou a proprietária.



Um kit composto de calça jeans, camisa e blusa de lã, custa em média R$ 368,40, já para os mais "descolados", calça jeans e camiseta fica em torno de R$ 209,40 e se preferir um conjunto de cinto e carteira em couro custa R$ 119,00. Estes preços são a vista ou em 3 vezes, outra opção de pagamento entrada mais 5 x nos cartões.



Mas há quem prefira presentear seu pai com outros artigos e na Casa do Fumo/Loja do Igor as opções são: para aqueles que apreciam uma boa pescaria a loja oferece todo o material desde iscas, lanternas, molinetes, varas de pescar e em alta estão às canecas de louça.

Já para os pais tradicionalistas você encontra: guaiacas, kit de chimarrão, bombachas e camisas. E tem aqueles que apreciam as novidades em eletrônicos, celulares e relógios, os fanáticos por futebol poderão ser presenteados com camisetas, toalhas e outros artigos estampado o emblema do seu time do coração.



 



Igor 01


Igor 02 


Igor 03 


Igor 04 

A loja atenderá no sábado (9) até as 18 h, oferecendo aos clientes, diversas formas de pagamento: a vista, no boleto e nos cartões. .


 



 



 


Politica


Ontem (31) nas dependências da Câmara Municipal, o prefeito Dirceu de Oliveira (foto), reuniu todo o seu secretariado, chefes de setores, assessores e demais funcionários para anunciar o Plano Municipal de Recuperação.

O documento contém uma série de medidas que deverão, no prazo de 180 dias, equilibrar as finanças do município, as quais foram abaladas por vários fatores entre eles: a redução do valor repassado as prefeituras, através do Fundo Municipal dos Municípios, a crise financeira que assola o Brasil de uma forma em geral. E os prejuízos causados pelas fortes chuvas nos últimos meses.

O prefeito lembrou que em casos como estes o Tribunal de Contas sugere a demissão de comissionados e cortes de despesas, porém Dirceu de Oliveira optou pela redução em alguns setores.



 



PMR


Parte do público presente no anuncio 

O decreto que regulamenta o Plano Municipal de Recuperação (P.M. R) está em vigor, a partir de hoje 1º de Agosto, determinando as seguintes providências: redução de 25% (vinte e cinco por cento) das despesas das secretarias, redução de Despesas com Pessoal na seguinte proporção: 20 % dos subsídios do Prefeito Municipal e Vice Prefeito; 15 % dos Secretários Municipais e do Procurador Municipal; 12 % nos cargos de Chefe de Gabinete e Diretores de Departamentos; 10 % dos Chefes de Divisões; 8 % dos Coordenadores Educacionais e de Creche e 6 % dos assessores de Gabinete.

Neste período não serão concedidos aumento, reajustes ou adequação de remuneração. Está proibido a criação de cargos, empregos ou função, pagamento de férias em abono pecuniário, equiparação salarial e pagamentos de licença prêmio em pecúnia.

Reportagem completa na edição impressa do Fatos do Iguaçu que circula na próxima sexta-feira dia 08.

Fotos e Reportagem: Gisele de Pádua/Fatos do Iguaçu

.



 


Nossa Gente

O secretário municipal de Esporte, Adaor Caldas (foto), avalia as atividades esportivas pinhãoenses. Fala dos bons resultados e dos atletas nos Jogos Abertos do Paraná e nos Jogos da Juventude, ambos realizados na cidade de São Mateus do Sul.

Conta que tem ouvido de representantes desportivos dos municípios vizinhos e de visitantes muitos comentários elogiando a estrutura do esporte em Pinhão. "A cancha de bolão se destaca porque são poucos os municípios que têm um espaço como aquele".

Diz que a cidade está passando por um processo de recuperação dos espaços públicos esportivos. A exemplo do Estádio Municipal que foi reformado, e do Ginasião que passou por reparos para receber os atletas na disputa da Copa Vitinho e da Taça Cidade, como também de outros eventos.

FUTEBOL DE CAMPO

A Secretaria recebeu uma grande quantidade de material esportivo, a terceira remessa desta gestão. "Não temos priorizado nenhuma modalidade. Estamos dando apoio a todas, por isso a maioria das modalidades estão indo bem".

Adaor Caldas afirma que uma das novidades foi a contratação de um técnico para o futebol de campo. Conta que a princípio o foco será a preparação para os Jogos da Cantuquiriguaçu (Jarcan's), que está marcado para 10 a 14 de setembro, no município de Quedas do Iguaçu. "Depois teremos as escolinhas de futebol de campo e futebol sete, nosso município não tem um time organizado na modalidade".

Aos domingos, o secretário está visitando algumas comunidades para analisar as condições dos campinhos de futebol locais. "Já fizemos um levantamento junto à Secretaria de Obras para poder melhor esses locais. Não fizemos antes devido às fortes chuvas que assolaram nossa cidade. Na medida do possível, onde tiver um pessoal interessado em praticar esporte, sem dúvida nenhuma, iremos incentivar e organizar as equipes, independente da modalidade".

BONS RESULTADOS

Adaor Caldas lembra dos jogos que foram realizados em São Mateus do Sul. Comemora os bons resultados no futsal, que há nove anos não conquistava um campeonato, e desta vez sagrou-se campeão nos Jogos da Juventude. "É uma satisfação, tanto para a equipe da Secretaria, quanto para o Município, pois está sendo feito um trabalho muito grande nas escolinhas, os professores treinando dia a dia os atletas, e já colhendo os frutos dessa dedicação".

Outros resultados foram o ouro no basquete masculino e no feminino nos Jogos Abertos do Paraná. "Estou satisfeito por estar à frente da Secretaria. Saber que o nosso trabalho está tendo resultado".

JUDÔ

Foram entregues quimonos para alguns alunos do judô. De acordo com o secretário, a modalidade está indo muito bem, há alguns dias os atletas trouxeram três medalhas de Pitanga. "Bons resultados a nível de Paraná. Vamos expandir para o interior, começando pelas localidades de Santa Maria e Divinéia. Apenas estamos esperando a Copel nos fornecer um local para iniciar com a escolinha de judô", avisa.

INCENTIVOS

Adaor lembra que quem deseja praticar alguma modalidade esportiva é só se dirigir até a Secretaria de Esporte. "Pessoas treinadas irão encaminhar e orientar. A Secretaria fornece o material necessário e o uniforme. As crianças devem estar estudando, por isso temos horários alternativos para que frequentem a escola e treinem seu esporte favorito", completa.


 

Devido a dificuldades financeiras, a Associação São Francisco de Assis de Pinhão (ASFAPIN), pede ajuda da comunidade para poder cuidar dignamente dos seus 42 idosos, com idade entre 60 a 84 anos.

Hoje, a despesa mensal fixa é de R$ 28.560,00. Só com funcionários R$ 16.400,00, sem contar com o valor quando o idoso fica internado e é preciso pagar a diária da cuidadora. Além de R$ 1.800,00 a R$ 2.500,00 com fraldas, farmácia R$ 2.500,00 a R$ 3.000,00, fumo e palha R$ 500,00 a R$ 700,00, erva-mate, são dois fardos por mês, consultas e exames particulares variam conforme a necessidade. A cada dois meses é comprada uma vaca R$ 1.800,00 a R$ 1.900,00. A alimentação (mercado) fica em R$ 2.500,00 a R$ 3.000,00. Produtos de limpeza e higiene R$ 1.000,00 a R$ 1.800,00. Gás R$ 800,00 a R$ 1.200,00. Além de encargos com o INSS, telefone, internet, entre outros.

O Lar do Idoso conta com um valor de R$ 1.650,36 que vem do Governo Federal, com as vendas do bazar, doações dos sócios e voluntários e prestação pecuniária do Fórum. De acordo com a coordenadora, Belém Syroca, nos últimos cinco meses o valor da contribuição vinda dos sócios diminuiu muito. "Alguns membros da diretoria se desligaram de sua função, assim os sócios que eram de sua responsabilidade já não estão contribuindo mais. A prestação pecuniária vinda do Fórum também reduziu o valor", explica.

Para poder cobrir suas despesas mensais, a ASFAPIN quer mobilizar a população pinhãoense (empresários, comerciantes, profissionais liberais, donas de casa, outros) para que se tornem sócios. O valor fica a critério de cada um. As doações anônimas podem ser realizadas via depósito bancário: Banco do Brasil, agência 2450-3, conta corrente 22057-4.

A ASFAPIN está situada na rua Expedicionário Amarílio de Lima, 152, no Bairro Azaléia, próximo ao Corujão. Telefones para contato: 3677 2422 ou 9818 8916.


 

Nesta manhã (1), os alunos do 9º ano do Colégio Morski, por aproximadamente 50 minutos observaram o trânsito em Pinhão, mais precisamente na esquina da Avenida Trifon Hanycz com a Rua XV de Dezembro, munidos de caneta e caderno, contabilizaram as infrações cometidas por pedestres, motoristas e motociclistas.

Segundo Andressa Ribeiro Nunes, professora de Língua Portuguesa, os alunos realizaram uma atividade em sala de aula com um tema sócio educacional que é o Trânsito, mais especificamente alguns artigos do Código Brasileiro de Trânsito, dando ênfase no respeito e uso da Faixa de Pedestre. "Resolvemos extrapolar o espaço da sala de aula para as ruas, os alunos estão observando as infrações que ocorrem ao redor da escola, não só a falta de uso da faixa como outras infrações dos motoristas", comentou a professora.

Na próxima semana, os alunos estarão na Avenida Trifon Hanycz, na rotatória em frente o Banco do Brasil realizando um trabalho de conscientização para motoristas e pedestres.


Observações

Durante o pouco tempo que ficaram no local, os alunos puderam observar um percentual muito elevado de desrespeito para com o pedestre por parte dos motoristas, e estes também realizaram muitas infrações.

A aluna Milena Aparecida de Lima Santos, relatou que vários pedestres não utilizam a faixa, motociclistas que não utilizam o capacete de forma correta, tendo a viseira levantada e carros que faziam manobras sem sinalizar e alguns sem cinto. "Teve um motociclista que subiu na calçada, não esperou o carro passar pois estava com muita pressa. Teve um ciclista que trafegava falando ao celular. E a maioria dos pedestres cruza a rua fora da faixa".

O estudante Ângelo Mendes Andreolla observou muitos motoristas dirigindo sem usar o cinto, parando fora da faixa, fazendo manobras sem dar sinal. "Os motoristas não respeitam os pedestres".


 

A tão aguardada Fundação, que tem como mantenedora a Copel, enfim foi anunciada no III Encontro de Turismo da Cantuquiriguaçu. Com ela, Pinhão e Reserva do Iguaçu são os municípios mais beneficiados. O gerente da Divisão da Vila de Faxinal do Céu, Justo Manica (foto), fala sobre a criação, que irá alavancar o turismo regional. Gerando mais empregos e renda para a comunidade, além da questão da sustentabilidade.


Fatos do Iguaçu: Por que criar a Fundação?

JUSTO MANICA: A Copel neste período todo, 40 a 50 anos, investiu nas áreas de alagados, Foz de Areia, Segredo, mais recentemente, Caxias, e a mais antiga em Antonina. E o estatuto da empresa não permitia a exploração do turismo. Foi tentado vários modelos, e o que vimos que há a viabilidade é esse da Fundação. A Copel é a mantenedora e com a Fundação poderá se promover uma inteiração maior com a comunidade onde estão inseridas essas unidades.Temos quatro municípios, Pinhão, Reserva do Iguaçu, Capitão Leônidas Marques e Antonina, no litoral. Então esses municípios estarão mais envolvidos. É claro que regionalmente atinge mais a região de Lagos & Colinas, dentro da Cantuquiriguaçu, os outros dois municípios não estão, mas parte do lago de Caxias atinge alguns municípios da Cantu.



FATOS DO IGUAÇU: Em que fase está?

JUSTO MANICA:Estamos na fase de elaboração do estatuto. Está no jurídico, na fase final. Temos uma reunião para semana que vem. Pegamos um modelo e fizemos uma adequação a nossa realidade. O nosso diretor Sergio Luiz Lamy é um entusiasta da ideia. O próprio jornal Fatos do Iguaçu fez um levantamento do potencial turístico da região e, tudo isso, trouxe mais ferramentas para discutir dentro da empresa e colocar de uma forma mais aberta e profissional. Vamos gerar mais empregos e renda para a comunidade. E a questão da sustentabilidade, que é uma coisa permanente. Não fica aquela coisa sazonal, que o Governo desenvolve e outro para. É uma coisa de empresa, com o objetivo de lucro. Mas, por trás disso, tem todo o desenvolvimento social.



FATOS DO IGUAÇU: A princípio, pelo que se percebe, no momento que a Copel investe e passa a trabalhar na área, quem está em volta tem um impulso?

JUSTO MANICA: Hoje temos estrutura de hospedagem de 1.316 leitos. Um exemplo foi esse último evento de turismo, que reuniu mais de 300 pessoas. Uma cadeia onde todos se beneficiam, desde o pequeno agricultor, que vendeu o hortifruti, o rapaz do açougue, que vendeu a carne, a cozinheira, a camareira, o garçom. Todos os profissionais são da região, pegaram o dinheiro e foram gastar no comércio local. Essa impulsão do local faz com que venha mais turista, com que tenha mais abertura e desenvolvimento. Teremos o rodeio de eletricista, de 11 a 14 de agosto, no final de agosto os jogos internos da Copel, em setembro o Workshop da Copel, o setor inteiro de distribuição de energia do Paraná estará aqui. Um evento importante na área de geração e manutenção de usina, que é sempre feito em outubro em Foz do Iguaçu, mas vai ser feito aqui em Faxinal do Céu. Para novembro já temos um contato da Emater, que trará 600 pessoas do Paraná todo.



FATOS DO IGUAÇU: Hoje toda a estrutura já está aberta para o pessoal de fora da Copel?

JUSTO MANICA: Ainda faltam alguns detalhes como, por exemplo, o CNPJ. A partir do registro temos um CNPJ para podermos fazer a locação do local. Os eventos da Copel são internos.



FATOS DO IGUAÇU: Qual o tempo para concluir o processo?

JUSTO MANICA: Acredito que em pouco tempo, porque a fase difícil já está pronta. Estamos agilizando o processo. Só dependendo da burocracia para a estruturação da Fundação. A Copel Geração será a mantenedora e a Fundação vai ficar focada para cuidar e explorar e desenvolver turisticamente as áreas das vilas residenciais.



FATOS DO IGUAÇU: Pode-se dizer que oficialmente o marco inicial seria 2015?

JUSTO MANICA: Acho que sim. Burocraticamente pronta para operar. Passar cartão de crédito. Toda a parte comercial mais definida.



FATOS DO IGUAÇU: A ideia é que a sede seja aqui na região?

JUSTO MANICA: Sim. Até porque a estrutura mais forte das vilas residenciais está aqui. Mas, dentro da empresa, isto não muda nada. As pessoas que trabalham são as mesmas. Toda a estrutura de compra de material, de manutenção, será feita dentro da existente. Só pra não operar como se estivesse na clandestinidade. Como a Itaipu, até 2007 ela operou como estamos hoje, só é profissional de 2007 para cá. A ideia da Fundação é antiga, estamos tralhando desde os anos 90. Nunca esteve tão madura como agora. Estamos em uma grande fase. Estou muito empolgado. Acho que vamos concluir essa etapa da vida profissional deixando um legado bem feito para a comunidade. A coisa bem feita ninguém vai mexer. Vai ficar ali e bem solidificada. A coisa de números nos assusta um pouco, quando começa a fazer algumas continhas. Ficamos empolgados com o resultado final.



Manica 



 



Justo Manica: "É uma região que tem que ser explorada"

 



FATOS DO IGUAÇU: Tem projetos de como fazer toda a articulação para aproveitar toda a natureza em volta?

JUSTO MANICA: Temos uma ideia delineada, mas tem que ir amadurecendo. No estatuto estão pesquisa, desenvolvimento, responsabilidade sócioambiental, está bem aberto para parceria, como fomento regional. Vamos trazer o turista aqui, mas se ele quer andar de triciclo, vamos achar alguém que faça, como também, quem tem um cavalinho para passeio, alguém que tenha um barco. As belezas naturais da nossa região transcendem qualquer coisa. A exemplo de Gramado, que tem uma estrutura de hotéis e restaurantes, mas o paisagismo da nossa região é muito rico. No Paraná não temos o hábito do turismo de inverno. O turista viaja no inverno para São Paulo, para o Rio Grande do Sul, para a serra catarinense. Temos que trazer esse turista para a nossa região, para que ele possa desfrutar da nossa beleza, experimentar o nosso pinhão, a sapecada, nosso chimarrão, costelão, o vinho, as coisas que temos. Sustentabilidade do nosso povo na área rural do Estado do Paraná. Esse é o grande foco. E para chegar lá várias coisas no meio vão acontecer. Se colocar os números, ficamos assustados e começamos a sonhar muito. As áreas estão aí prontas. Só o que precisa é abrir. O comércio local vai fortalecer, o artesanato, a pequena mostra de culinária, o mel, o vinho. Coisas locais terão uma dimensão muito grande.



FATOS DO IGUAÇU: Quantos leitos em Faxinal e Segredo?

JUSTO MANICA: Um total de 1.160 leitos. Pinhão e Reserva do Iguaçu serão muito beneficiados com a estrutura toda. A exemplo da Festa do Pinhão desse ano, que faltou hospedagem. O hóspede pode ficar aqui. Mais um serviço agregado seria uma van. Leva o pessoal para lá, que pode tomar sua cerveja, seu vinho, ir pro baile, e o motorista os traz com segurança. Como a Festa do Vinho, em Bituruna, que também tem uma estrutura pequena de hotel. Então, regionalmente será muito beneficiada.



FATOS DO IGUAÇU: Acha que a criação da Região Turística Lagos &Colinas vem a agregar na estrutura?

JUSTO MANICA: Temos vários momentos, e esse momento tem a questão política, a pesquisa local, o entusiasmo, entre outros, mas, sem dúvida, a questão da legalização do Lagos & Colinas é importante, porque vários municípios focam nisso, criando seu estatuto de turismo, seu conselho municipal, que até então não era feito. A Câmara de Turismo dentro da Cantuquiriguaçu, tudo faz com que as pessoas tenham uma segurança maior para até investir no setor. E é o momento de fazermos juntos. Aproveitar a onda que a região está vivendo. Lagos & Colinas vem para coroar a iniciativa. A Fundação nasceu junto com a estruturação do turismo regional. É uma coisa nova para as pessoas que vivem nessa região. É uma região que tem que ser explorada, sem dúvida nenhuma. Se olhar o mapa do Estado do Paraná tem Curitiba e Foz do Iguaçu e estamos no meio. E se for em qualquer agência em Foz do Iguaçu, como a gente foi, descobre-se que estão buscando uma outra opção regional para o turista ficar mais tempo. Estão em uma outra fase para segurar mais um ou dois dias, porque representa muito mais dinheiro. Mais dois pernoites, mais restaurante... Mas para ele ficar mais, tem que ter outra atração. E esse atrativo pode ser a gente. Pegam um ônibus e os trazem, ficam um dia e voltam. Ficam mais um dia em Foz do Iguaçu e depois embarcam para o destino final. É toda uma nuance que está se moldando no Estado e temos que aproveitar essa carona.



FATOS DO IGUAÇU: Já foi escolhido o nome para a Fundação?

JUSTO MANICA: Temos algumas opções, mas ainda não foi definido. Mas estou muito entusiasmado, empolgado. Estamos fazendo alguns ajustes pontuais. Alguns episódios atrapalharam o andamento, a exemplo da enchente do mês de junho que atingiu a região.


 
 

A equipe de Pinhão trouxe o ouro da segunda etapa da III Copa Sudoeste de Basquetebol Masculino, que foi realizada nos dias 18, 19 e 20 de julho, em Laranjeiras do Sul.

Para chegar ao título venceu os quatros jogos que disputou com os municípios de Laranjeiras do Sul, Dois Vizinhos, Guaraniaçu e Quedas do Iguaçu.

Para o capitão da seleção pinhãoense, Robson Ribas (Robinho), a equipe estava mais centrada e confiante. "Na etapa anterior que aconteceu aqui em Pinhão em maio, ficamos com o segundo lugar, Pato Branco em primeiro lugar, perdemos com uma diferença de nove pontos. Mas com esses resultados e a Copa sendo disputada em duas etapas, obtivemos o primeiro lugar geral".

COPA SUDOESTE

Por diversos fatores o campeonato não havia sido realizado em 2013. Os centros esportivos municipais apresentavam algumas dificuldades para realizar jogos. "Este ano retomamos o campeonato, juntamente com a Liga Sudoeste de Basquetebol. As equipes vieram mais preparadas pensando, é claro, nos Jarcan's. Em 2013 conseguimos o Bi Campeonato. A região está se preparando para nos tirar esse título. O campeonato serviu como preparação para a fase final dos Jogos Abertos, de 8 a 14 de agosto, em Coronel Vivida", comenta Robinho.

Os confrontos entre Pinhão e Quedas do Iguaçu estão se tornando um clássico dentro da modalidade. "A equipe perdeu para nós, nessa e na etapa anterior da Copa Sudoeste, na final dos Jarcan's/2013 e nos Jogos Abertos, disputados há poucos dias, também vencemos", lembra o capitão.

Além do incentivo e apoio da Secretaria Municipal de Esporte, os atletas agradeceram o apoio da Mega Farma, Posto Trevo, Nosso Supermercado, Giovana Imobiliária, Dr. Erasmo Odontologia e Nosso Supermercado.


 


São muitos os desafios trazidos com a paternidade. Quem é pai sabe a dor e a delícia que é educar e participar de cada etapa da vida dos pequenos. A tarefa certamente passa a ser um pouco mais árdua quando se tem vários filhos, ou quando se é pai de forma precoce.

Nesta data especial dedicada aos pais, neste domingo (10), o Fatos do Iguaçu entrevistou dois pinhãoenses. Eles integram a estrutura familiar contemporânea. Um deles está no seu quarto casamento e, o outro, ainda mora com os pais, está esperando melhorar a situação financeira para poder casar com a mãe da sua filha.

Dionatan Henrique Ferreira hoje tem 24 anos. Quando soube que ia ser pai tinha 23. A pequena Lívia tem 1 ano e três meses. "Ela não foi programada, mas, a partir daquele dia, a minha vida mudou".

No dia do nascimento fez questão de estar presente na cesária e filmar. "Já que era minha filha, não ia perder a chance. Estava calmo, mas ansioso. Só quando ela chorou que o meu coração disparou. Foi um dia marcante nas nossas vidas. Na minha e da mãe dela. Eu estava junto na primeira mamada. Não descia o leite, tinha que dar no copinho. Um momento único", recorda.

Diz que tudo mudou com a chegada de Lívia. "Amadureci. Antes vivia praticamente para mim, agora a dedicação é para ela, já pensando no seu futuro".



 



Pai 03


 


Dionatan Ferreira e a pequena Lívia: "a ligação é muito forte" 


A pequena está na fase dos primeiros passos. Não para nem um momento. Mostra a mãozinha e indica o caminho que quer seguir. "É ela que manda, e daquele tamanhinho. Mas já estou preparado, sei que quanto mais crescem, mais trabalho dão. Ainda mais menina, o cuidado é redobrado".

Como não mora com a mãe de Lívia, conta que vai buscá-la para passarem o dia. "Antes não ficava longe da mãe, mas, agora, já fica comigo sozinha. Passeamos. Fica na minha casa. Meu pai tem um carinho muito especial. É a neta mais nova".

O marinheiro de primeira viagem resume o que é ser pai: "é um amor diferente, um carinho único, a ligação é muito forte".

14 FILHOS E 4 CASAMENTOS

O aposentado Dirceu Branco de Camargo tem muita história para contar. Com seus 65 anos, ele é pai de 13 filhos, 18 netos e 3 bisnetos dos seus quatro casamentos. Contando com a enteada, que ajudou a criar, são 14 filhos.

Sua primogênita tem 47 anos e filho mais velho tem 45 anos. É um contraste com o mais novo, que tem apenas 10 anos, fruto do último casamento com Luciane, 32 anos mais nova. A relação já dura 11 anos.



 



Pai 02


 


Dirceu Branco de Camargo posa para a foto com o filho mais novo, Wesley: A paixão pela gaita passa de geração em geração. 

Devido aos cabelos brancos, não foi uma nem duas vezes que perguntaram se ele era o avô do menino. "Wesley responde com todo orgulho: ‘não, ele é meu pai'. Para minha mulher também já perguntaram se ela era minha filha. Fazer o que né... é a vida", brinca.

Dirceu Branco é a prova de que nenhum filho é insubstituível. Apesar de ter passado 17 anos, ainda se emociona ao lembrar da filha, que tirou a própria vida. Mas, apesar de todo o sofrimento, a vida o recompensou com saúde e vitalidade. É aposentado, mas não deixa de fazer seus "bicos", para que possa realizar seu sonho, que é uma casa bem espaçosa para receber a família, que é grande. "Quando resolvemos morar junto, eu a Luciane , não tínhamos nada, nem um banco para sentar. Hoje temos nossa casinha, nosso carro. Tudo pago. Já comecei a aumentar a casa. Quero estar tranquilo para receber os filhos quando vierem me visitar".

O pai teve uma surpresa há dois meses. Um dos filhos do segundo casamento, que tinha perdido o contato depois da separação porque a ex-mulher foi embora para Curitiba e levou os três meninos ainda pequenos. "Conseguiu me achar e veio, com meus netos, me conhecer. Muita alegria. Não sabia o que fazer. Foi uma festa. A casa ficou cheia".

Sobre a educação dos filhos, diz que tenta passar o que aprendeu com o pai, como o gosto pela gaita. "O meu pai era um bom gaiteiro. E o meu menor pegou gosto. Estou terminando de pagar as últimas prestações e logo vou colocá-lo em curso para se aperfeiçoar. Tento fazer o melhor pelos filhos".

E do mais velho ao último sempre ensinou a valorizar o trabalho. Completados cinco anos já levava junto para o serviço. "Nada de pesado, só para me alcançar alguma coisa e aprender desde pequeno, como eu fui criado. E hoje, todos eles são profissionais de acabamento. Quando faziam alguma coisa errada, colocava sentado e explicava o porquê do castigo. Foram poucas vezes que precisei dar umas palmadas", orgulha-se.



 



 


 

Devido a grande demanda de inscrições e das solicitações encaminhadas à coordenação da UAB/Unicentro e à Comissão de Seleção do Programa de Pós-Graduação Lato Sensu, as inscrições para as pós-graduações foram prorrogadas até o dia 30 de julho. Interessados podem se inscrever pelo site da Especialização 2014.


Os cursos são oferecidos através da parceria entre a Universidade Aberta do Brasil (UAB) - sistema do governo federal que integra instituições de ensino superior - e a Unicentro. Após o preenchimento dos dados é preciso pagar a taxa no valor de R$70 para confirmar a inscrição, a nova data limite para o pagamento do boleto é o dia 15 de agosto.



Estas especializações, desenvolvidas pela equipe pedagógica da Unicentro, têm duração mínima de um ano e meio. Por serem cursos de pós-graduação não há vestibular para a seleção de alunos e a seleção é feita através de análise de currículo. Nesta seleção são levados em conta critérios como formação superior em áreas relacionadas ao tema da pós-graduação e atividade na docência em instituições públicas e privadas.



Os cursos oferecidos são: Atividade Física e Saúde, Ensino e Pesquisa na Ciência Geográfica, Matemática na Prática, Educação e Formação Empreendedora, Ensino de Sociologia, Perspectivas de Ensino de História do Brasil, Ensino de Filosofia, Intervenção Sociocultural para Contextos Escolares e não-Escolares e Gestão da Informação e do Conhecimento. Esta é primeira vez que a Unicentro oferece estas pós-graduações. Ao todo, mais de 20 cidades do paraná receberão as especializações.



 Fonte: Central de Noticias/Unicentro     Foto: Divulgação/Unicentro


 

Na última sexta-feira (25) o prefeito Dirceu de Oliveira e o gerente dos Correios de Pinhão Lindomar de Paulo Nascimento, inauguraram a Agência Comunitária dos Correios, na comunidade de São Roque. Que vai facilitar aos moradores locais, e de comunidades próximas como Faxinal dos Coutos, Água Amarela entre outras, o novo posto funcionará na Escola Municipal São Roque.

Para Lindomar Paulo Nascimento com a inauguração desta unidade haverá maior agilidade no processo de entrega das correspondências. "A tendência é que as pessoas que residem nesta comunidade e de outras próximas não precisem vir até a sede do município para utilizar os serviços básicos dos Correios, mas com exceção àquelas que contêm cartões de crédito e talões de cheques. Neste caso os destinatários irão receber um comunicado de que a correspondência está a sua disposição em nossa sede e os serviços de banco postal que necessitam de uma logística própria e um funcionário da empresa" comunicou.

Haverá em breve a inauguração de mais dois postos, um na localidade de Zattarlândia que funcionará junto ao Posto de Saúde e outro na localidade de Pinhalzinho que funcionará na Escola Municipal Nossa Senhora do Rocio. Assim o municio contará com quatros postos de atendimento, pois a de Faxinal do Céu está funcionando desde dezembro de 2012.

O secretário de Administração Orlei Diogo de Deus, lembrou que haverá um trabalho de qualidade, mesmo oferecendo os serviços básicos. "O pequeno agricultor não precisará deixar sua propriedade, e se deslocar à sede do município e ficando muitas vezes um dia inteiro fora de casa, para verificar se uma correspondência aguarda já chegou ou não".

Novidades

O prefeito Dirceu de Oliveira aproveitou a oportunidade para anunciar algumas novidades para os presentes, uma delas é a ampliação do posto de saúde, no valor de R$ 150 mil reais e que a comunidade passará a contar com um médico diariamente fazendo parte da equipe técnica de enfermeiros, técnico de enfermagem e motorista.

Outros anúncios foram em relação à energia elétrica, o município realizou um investimento de R$ 50 mil reais para sanar os problemas de queda de energia, pois muitas vezes a população local era prejudicada com as oscilações. A parte do município já esta quitada, a Copel já fez o geo-referenciamento agora só resta realizar a obra, que deverá ser iniciada em 15 dias.

A comunidade escolar também foi agraciada, pois foi anunciada a aquisição de um terreno possibilitando a ampliação do espaço físico da escola local. "Tínhamos um compromisso com o Núcleo Regional de Educação que havendo a doação do terreno, seria feita por parte do estado a construída uma quadra esportiva ou a ampliação da escola, e essa aquisição o prefeito já fez" contou o secretário de Administração.

A solenidade contou com a presença dos secretários de Saúde Ivonei de Lima, de Esportes Adaor Caldas, da secretária de Assistência Social Lucimere Terleski de Oliveira, vereador Alexsandro Camargo, funcionários públicos, alunos da Escola São Roque e do Colégio Cornélio Pires Ribeiro e moradores da comunidade.


Fotos: Departamento de Comunicação da Prefeitura Municipal de Pinhão


 

A partir de agora, Pinhão é um dos raros municípios do País com sessão legislativa realizada no sábado.

Na última segunda-feira, dia 14, foi aprovada a mudança do dia e horário da sessão ordinária da Câmara de Vereadores. O Projeto de Resolução nº 04/2014 visava alterar o dia de segunda-feira para o sábado. Também o horário, das 19 horas para as 14 horas, seguindo até as 18horas.

Apenas cinco votaram contra o projeto, Francisco Carlos Caldas (PMDB), os dois do PRP, Alain Cesar de Abreu e Alexandro Caldas Camargo, Osvaldo Verbaneck do PSDB e Carlos Alberto Passos Ferreira do PP. Os demais foram favoráveis. Osvaldo Lupepsa (PSD) se absteve de votar.

A justificativa do autor do projeto, o vereador Jovael dos Santos Taques Belo, (PT), é para a mudança propiciar uma maior participação da população pinhãoense. De acordo com o petista, o dia e horário dificultavam o comparecimento das pessoas que trabalham ou estudam. "Antes era transmitido pelo rádio e o público podia ouvir em casa. Devíamos fazer uma experiência para trazermos um maior público".

Confira as considerações dos vereadores antes da votação. Um dos contrários era o vereador Francisco Carlos Caldas (PMDB). Ele disse na tribuna, que não via o maior sentido na mudança. E que, até o momento, ninguém veio até ele reclamar. "Sábado é dia de sairmos para reuniões com associações, que sempre realizam nos sábados à tarde. Hora de sairmos para as estradas, vermos os problemas no interior". Afirmou ser um desastre mudar para o sábado e tratar as matérias "para as paredes". Mas, se o plenário chegar a lotar, "posso rever meu conceito".

Outro contrário foi Osvaldo Verbaneck (PSDB). Observou que a organização se faz com critério. Disse que a sessão na segunda à noite era um bom dia e que, mais um vez entraram com um projeto para aliviar a consciência de muitos vereadores. "Se a consciência está pesada, vamos aprovar tudo, como o final de recesso. Não podemos ficar fazendo experiência. Para aliviar a nossa consciência, ficar jogando para a sociedade. Quantas pessoas pediram e disseram que a Câmara vai lotar. Não podemos trabalhar em cima de hipóteses e, sim da realidade do nosso município".

FAVORÁVEIS

Os favoráveis também discursaram. Um deles foi Aroldo Antunes Domingues (PPS). Para o vereador, a mudança seria a melhor coisa a fazer. "Fica segunda, terça, quarta e quinta e sexta livre para o vereador ir para o interior. E até no domingo, se quiser. Não vejo problema nenhum fazer a sessão no sábado, até porque nós, políticos, estamos sendo muito criticados aí fora". O vereador lembrou que esse projeto entrou no mesmo dia do projeto do Porca Véia, que a comunidade contestou e foi retirado: "se a comunidade novamente reivindicar e quiser que volte para a segunda-feira, também voltaremos atrás".

Denilson José de Oliveira (PT), favorável à troca, lembrou do tempo que a sessão legislativa era transmitida pelo rádio. "Para mim a população acompanhar é uma questão de cidadania e transparência. Era uma maneira de contato com o vereador. Agora, parece que há um receio e um medo desse contato". O outro petista, Israel de Oliveira Santos, também defendeu. E lembrou que uma alternativa de contato entre o povo e o vereador seriam assessões descentralizadas. "Seria interessante irmos até a comunidade, colocar os projetos para o povo do interior".

Osvaldo Lupepsa (PSD) se absteve da votação. Justificou que no momento não seria ideal a mudança. Mas, como não tinha uma opinião formada, no momento preferia não votar pelo sim e nem pelo não."Se for no sábado eu venho. No domingo também. Independente de dia. O que decidirem para mim está tudo certo".

O autor finalizou o debate afirmando que duas senhoras que sempre prestigiam a sessão, contam que trazem lanternas para poderem voltar para casa ao final de cada uma. "Muitos postes não têm iluminação. Além da situação de criminalidade do município. Muitas pessoas querem vir e trazer esposa, filhos. Mas, como a sessão acaba tarde, muitas vezes, 11 horas, 11h30 ou até meia noite. Se o povo gostar, vem e participa. E se não gostar, voltamos para a segunda-feira", completou Jovael Taques Belo.


A sessão ordinária ainda será na segunda-feira

A próxima Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Pinhão será realizada nesta segunda-feira, dia 21/07, a resolução que alterou o dia para realização da sessão ordinária ainda não foi publicada. A publicação está prevista para ocorrer nesta semana, e a partir daí as sessões ordinárias serão realizadas aos sábados das 14 às 18 horas, no período de 15 de fevereiro a 15 de dezembro.


 

O Complexo Esportivo Rubens Spengler (Ginasião) foi palco no último sábado (19) da cerimônia de abertura da I Copa Cidade de Futsal e Copa Vitinho, Além do desfiles dos atletas, fazendo parte da cerimônia houve jogo amistoso entre a prefeitura de Candói e a prefeitura de Pinhão, os visitantes venceram pelo placar de 3 x 2.


Estarão participando da Taça Cidade Futsal, 25 equipes, divididas em cinco grupos, os jogos acontecerão sempre às terças-feiras, quinta-feira e sábados ás 19 h no Ginasião. O jogo oficial que abriu as competições foi entre as equipes de Mercado Água Verde contra Credifácil Futsal M.Ae a primeira levou a melhor diante do adversário com o placar de 4 x 2.



Já os jogos da Taça Vitinho acontecerão sempre nos sábados e domingos à tarde, serão 14 equipes disputando nas categorias Fraldinha, Pré Mirim e Mirim.



Emoção



O evento esportivo infantil, Taça Vitinho, teve como idealizadores o coordenador técnico Jhonatan Boeira da Silva e Douglas Dengo, parente do garoto e contou com apoio da secretaria de Esportes e da família de Victor Emanuel Dengo dos Santos (Vitinho), que leva o nome do campeonato dirigido aos atletas mirins.



Bruna 



Bruna 



A irmã Bruna leu uma homenagem e o irmão Guilherme fez o juramento do atleta, em seguida fotos e mensagens foram apresentadas aos presentes, relembrando os bons momentos do garoto.

Bastante emocionado o pai de Vitinho, o empresário Rogério dos Santos agradeceu a todos pelo momento. "Agradeço a todos pela realização do evento e onde ele estiver olhará por nós. Era meu companheiro de pesca e de futebol, fiquei sem um pedaço de mim".



Rafa 



Guilherme 



O secretário Adaor Caldas a satisfação na realização do evento. "Agradeço a toda a equipe toda da secretária de Esportes, que trabalhou intensamente para tornar realidade este sonho e podermos homenagear um esportista que nos deixou precocemente, mas que servirá de exemplo para muitos jogadores mirim".



O prefeito Dirceu de Oliveira se dirigiu principalmente aos pais e familiares de Vitinho comentando ser este evento, uma homenagem respeitosa a uma promessa do futsal pinhãoense. "Nós como prefeito queremos dar a melhor condição aos atletas e seus familiares para que possam desfrutar deste espaço físico. E pedimos aos pais que incentivem seus filhos a pratica do esporte".



Estiveram presentes na cerimônia, o prefeito de Candói, Gelson Kruk da Costa, o vice-prefeito Ezoraldo José da Rocha, o vereador Osvaldeci Lima (Cunha), convidados, pais e parentes dos atletas.



Resultados



Os primeiros jogos da Copa Vitinho aconteceram no domingo (20) com os seguintes resultados:

Fraudinha: Decisão Jr 1 x Escola Expressão 0

Pré Mirim: Decisão Jr 3 x SL 2

Escola Cipriano 1 x Escola Expressão 2

Mirim: Escola Cipriano 4 x Escola Expressão 1

Escola Água Verde 2 x Unidos por Acaso 4

Real Reabilithare 2 x Decisão Jr. 2




Confira mais fotos da abertura: 
ABRIR 



 
 

Boletim Informativo

Para receber notícias e novidades digite seu e-mail.

 
 

Nome:

 
 

Email:

 

PUBLICIDADE

 
 


PUBLICIDADE



 
 

 

 
 
   
  Inicial
  Edições
  TV Fatos
  Política
  Fatos em Fotos
  Assine o Jornal
  Esporte
  Cidade
  Coluna Social
  Segurança
  Educação
  Agronegócio
  Geral
  Artigos
  Fatos Políticos
  Nossa Gente
  Nosso Interior
  Almanaque
  Enquête
  Histórico dos municípios:
  Pinhão
  Reserva do Iguaçu
  Assine o Jornal
  Anuncie
  Quem Somos
  Siga Fatos no Twitter
  Entre em Contato
 
 Google+
   
   
    © Copyright 2010 Jornal Fatos. Política de Privacidade
   
    Criação de Sites Guarapuava